O que é um ORM?

Da visão de aproveitar ao máximo o conceito de Orientação a Objetos, o Mapeamento Objeto-Relacional (ORM) consiste em um framework que tem por objetivo encurtar as distância entre a orientado a objetos e o modelo entidade-relacional, criando uma ponte (mapeamento) entre eles. Com a abordagem, é possível a construção de sistemas aplicando a orientado a objetos, cujo os objetos são persistidos em um banco de dados relacional.

Um ORM possui diversos métodos básicos que irão realizar a interação entre a aplicação e o banco de dados, se responsabilizando por algumas tarefas básicas, como o CRUD (Create, Read, Update e Delete), por exemplo. Além disso, o ORM irá gerenciar os detalhes de mapeamento de um conjunto de objetos para um banco de dados.

O ORM reduz ao mínimo a necessidade de escrever códigos de conexão e queries SQL. Dessa forma, é possível obter uma redução significativa nos códigos da aplicação, gerando um código mais elegante e consequentemente ampliando a facilidade de posteriores manutenções na aplicação.

É importante deixar claro que a utilização de um framework ORM não substitui totalmente a necessidade da utilização de SQL na sua aplicação. Embora o ORM satisfaça a maior parte das necessidades de interação com o banco de dados, em alguns casos, haverá a necessidade, por exemplo, de consultas mais customizadas, que terão que ser realizadas por meio de SQL. por: Bárbara Ranieri

Características do ORMBr

• Lógica de negócios mais claras ao lidar com objetos, escondendo toda a camada de banco de dados de acesso
• Encapsulamento completo do mecanismo de persistência. Incluindo, alterando e selecionando entidades de uma forma orientada a objeto
• Ferramenta para a geração automática do modelo de objeto com base no esquema do banco de dados
• Carregamento Lazy de entidades relacionadas.
• Suporte tipos Nullable
• Valores de propriedade gerados automaticamente
• Salvar e excluir em Cascata as operações
• Suporte Associações Um-para-um, um-para-muitos e muitos-para-muitos
• Gerenciamento de tempo de vida de entidades
• Integração com ClientDataset Nativo
• Componentes de acesso a dados que temos suporte:
dbExpress, FireDAC e ZeosLib

Por quê usar ORMBr

Muitos de nós somos desenvolvedores solitários, o qual temos um sistema e a N vezes pensamos em contratar alguém para nos ajudar a mantê-lo, mas nosso tempo é curto e nosso código é tão enraizado em nossos modo de desenvolvimento que ao pensar em ensinar alguém, até desanimamos, pois isso iria nos consumir tempo enorme, então  preferimos nós mesmos pegar e fazer.

Vantagens do ORMBr

Com um ORM, temos vantagens nesse ponto, pois um ORM irá exigir uma linha de aprendizado bem curta a um desenvolvedor que possamos contrata-lo para nos ajudar, isso porque o ORM irá fazer a parte pesada nos bastidores, aliviando e agilizando o aprendizado em um novo profissional.

Poderia ficar aqui citando várias situações das quais, acredito eu que 100% de nós desenvolvedores sofremos no dia dia para conseguirmos ajuda em nosso projetos

ORM Brasil

Copyright (c) 2016, Isaque Pinheiro
All rights reserved.
GNU Lesser General Public License
Versão 3, 29 de junho de 2007
Copyright (C) 2007 Free Software Foundation, Inc.